Escolha uma Página
Gin indiano é melhor que…

Gin indiano é melhor que…

Com que bebida a comida indiana mais combina?

Há quem diga que a gastronomia indiana vai muito bem com os vinhos locais, muitos vezes desconhecidos para nós brasileiros, quer seja por falta de importadores negociando ou por pequenas produções, já que no país existe uma grande barreira no consumo de bebidas alcoólicas, e o pouco que é produzido, é exportado para mercados como o Inglês e o australiano.

Mas um grupo de jovens empreendedores do mercado de vinhos e bebidas espirituosas foram mais além, e disseram que a comida indiana combina mesmo é com Gin!

Assim foi criada a marca de Gin chamada “Greater Than” feita na Índia com os melhores extratos botânicos e especiarias do mundo todo, tornando-se a primeira e única marca de Gin indiano.

Esse grupo de visionários indianos da empresa About NAO Spitits leva em seu time Anand Virmani, Master In Wine Business formado na Borgonha, e sua missão é criar e espalhar a cultura do Gin por todo o país.

Na Índia, o Gin Greater Than está sendo lançado no mês de Setembro! Eu simplesmente adorei a ideia por trás desse Gin, e espero que chegue logo ao Brasil!

Ficha técnica

Botânicos (e sua origem)

Zimbro (Macedônia), Sementes de Coentro (Índia), Raiz de Angelica (Alemanha), Casca de laranja (Espanha), Dill, Camomila, Gengibre, Capim santo (Índia)

Notas de degustação (de acordo com o produtor)

Aromas de zimbro com a refrescância da casca de limão e um toque de gengibre.

Eu acredito que Gin combina com gastronomia, se você gosta de gastronomia mundial, se inscreve na minha LISTA VIP

Um beijo

Manu

 

7 curiosidades da dieta mediterrânea

7 curiosidades da dieta mediterrânea

Minha história com a gastronomia mediterrânea começou há mais de 10 anos atrás, quando me mudei para Barcelona, que é banhada pelo mar mediterrâneo e possui uma gastronomia mediterrânea incrível… Lá aprendi a usar o azeite de oliva em minhas comidas e também alimentos frescos em tudo que eu fazia.

A cozinha mediterrânea é um estilo de vida, é incrivelmente saudável e o melhor cheia de sabores e aromas!

Aqui estão algumas curiosidades que aprendi sobre a gastronomia mediterrânea ao longo dos anos que vivi na Espanha, uma dieta que além de super saudável é incrivelmente saborosa!

1. A dieta mediterrânea é composta por uma alimentação bem saudável baseada em legumes, frutas e vegetais

2. Alimentos como peixes e frutos do mar fazem parte importante na dieta mediterrânea

3. Tudo é muito regado com azeite de oliva, que além e saudável, dá um sabor sem igual para os preparos

4. As técnicas de cozinha marinar e grelhar são muito usadas em países mediterrâneos

5. A cozinha mediterrânea proporciona maior longevidade, evitando doenças cardíacas e o câncer

6. Espanha, Turquia, Grécia, Itália, Israel, Marrocos, França e Egito são os países com maior tradição na culinária mediterrânea

7. E claro, tudo devidamente harmonizado com um bom vinho tinto, que faz incrivelmente bem para a saúde!

E para você desfrutar do melhor da dieta mediterrânea, separei uma receita rápida, fácil e com ingredientes simples que você compra em qualquer supermercado, para você dar um show na cozinha!!!

Koftas com iogurte 

O que você precisa

  • 500g de carne moída de segunda
  • 1 cebola pequena picada
  • 1 dente de algo picado
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 2 colheres de sopa de farinha de rosca
  • 1/2 colher de pimenta calabresa moída
  • 1 colher de chá de noz moscada ralada
  • Espetinhos  de bambu para churrasquinho
  • Azeite de oliva
  • Limão cortado ao meio
  • Sal e pimenta a gosto
  • pepino cortado em cubinhos
  • tomate cortado em cubinhos

Molho de iogurte

  • 1 pote de iogurte natural
  • 1 colher de sopa de hortelã picada
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 colher de sopa de Azeite de oliva

Técnica de preparo:

Em uma tigela grande, coloque a carne moída, a cebola picada, o alho, a salsinha, a farinha de rosca, a pimenta calabresa, a noz moscada misture bem os ingredientes e tempere com sal e pimenta

Molde a carne nos palitos de bambu apertando bem para a carne ficar compacta, deve parecer uma salsinha espetada no sentido do comprimento.

Em uma frigideira, coloque uma colher de azeite de oliva e frite as koftas dos dois lados até dourarem, repita o processo até fazer todos os espetinhos. Reserve

Molho de iogurte:

Em uma tigela pequena, misture o iogurte, o hortelã, sal, pimenta e azeite de oliva e misture bem.

Toque WWchef: Sirva as koftas com o molho de iogurte em uma tábua de madeira com o limão cortado ao meio o pepino e o tomate.

Se preferir, sirva com pão pita.

Se você gosta de gastronomia mundial, se inscreva na minha lista VIP AQUI

Como tirar o cheiro de rolha do vinho?

Como tirar o cheiro de rolha do vinho?

Se você bebe vinhos regularmente, já deve ter se deparado com um vinho com cheiro de rolha!

Mas como assim cheiro de rolha?

Vou te explicar:

Sentir cheiro de rolha em um vinho, é o mesmo que sentir cheiro de papelão molhado, mofo, e é muito parecido com cheiro de estante de livros velha.

Se você nunca identificou esse cheiro, mas por várias vezes abriu um vinho e sentiu que estava com cheiro estranho, existe uma grande probabilidade de ele ter sido contaminado com um fungo que altera os aromas do vinho e que se encontra na rolha de alguns vinhos.

Se você quiser saber como “salvar” um vinho com cheiro de rolha, clica nesse vídeo e descubra o que pode te ajudar a salvar o seu vinho!

Faça o teste quando sentir esses aromas não muito preizeirosos no seu vinho, e me conta se funcionou 🙂

Se você gosta de vinhos e quer aprender mais, clica AQUI

Um beijo

Manu

Como retirar o rótulo do vinho

Como retirar o rótulo do vinho

Ooooi,

Outro dia ganhei um vinho com uma embalagem simplesmente linda!!! Quando vi fiquei até com pena de abrir rsrs, mas claro que depois de dois dias eu acabei abrindo e provando! 😉

Guardei a garrafa para jogar fora no dia seguinte, mas aí pensei em usar a garrafa como vaso de flores, como decoração, como garrafa de água, e por fim resolvi retirar o rótulo, e fazer um adesivo para minha geladeira com ele!

Se você tem em casa alguma garrafa dessas com um rótulo liiiindo e não sabe o que fazer, você pode seguir as dicas que dou nesse vídeo, retirar o rótulo da garrafa, fazer um adesivo ou até mesmo guardar e fazer um quadro com os rótulos que você mais ama!

Que tal?

Assiste o vídeo sobre como retirar o rótulo do vinho e me deixa um comentário sobre o que você achou das técnicas!

Beijos :*

Manu

P.S- Quer saber mais sobre vinhos? Clica AQUI

Austrália: praias e vinhos de alta qualidade

Austrália: praias e vinhos de alta qualidade

A gastrônoma Manu Oltramari escolheu Melbourne como destino para conhecer os melhores vinhos do Novo Mundo e aproveitar paisagens de praias lindas, sol e ótimos restaurantes

A Austrália foi o primeiro lugar onde eu quis fazer intercâmbio, isso ainda na época em que eu estava na escola. Eu queria ter essa experiência de morar em um lugar com praias lindas e, quem sabe, até surfar.

Mas o tempo foi passando e outros lugares foram brilhando meus olhos. E a Austrália foi ficando para trás.

Praia de 12 apóstolos em Melbourne. Foto: Anelise Zanoni

Em 2010, depois de passar alguns anos na Europa, eu estava pronta para viver em algum lugar novo, jovem e que tivesse uma cultura do vinho avançada. Eu já me sentia mais no mundo do vinho do que no mundo da gastronomia!

E novamente meus pensamentos se voltaram para a Austrália!

Poucas pessoas sabem, mas lá se produzem vinhos de altíssima qualidade! Eu tinha decidido me aperfeiçoar mais na área de vinhos, e nada melhor que um país jovem como esse, para eu aprofundar meus conhecimentos.

Pesquisei sobre as melhores cidades produtoras e, juntando os prós e contras, decidi ir a Melbourne, um dos locais onde fazem alguns dos melhores vinhos do “Novo Mundo” (como chamamos no meio).

Gastronomia em Melbourne. Foto: Anelise Zanoni

Melbourne é uma cidade completamente diferente de todas as cidades conhecidas do país. É uma cidade mais gastronômica, é hipster com ar europeu e regada a muito vinho!

Sim, em Melbourne existem os surfistas, que precisam viajar bastante para achar uma praia com ondas. E, sim, faz calor (às vezes). Mas o clima da cidade é mais propício para um bom restaurante e uma lareira do que para biquini e protetor solar

A temperatura de lá é perfeita para o cultivo de uvas (dias quentes e noites frias), muito parecido aqui com a Serra Gaúcha, isso fez com que eu me sentisse em casa assim que cheguei lá!

Foto: Arquivo Pessoal

Eu vivi a cultura do vinho e aprendi como nunca sobre viticultura do novo mundo, como descomplicar o vinho, e também foi lá que aprendi que não precisa falar difícil para ser um entendedor de vinhos.

Foram os ensinamentos e a vivência que tive em Melbourne e nas regiões vinícolas ao redor da cidade que me fizeram ser mais cabeça aberta e aceitar o vinho como uma bebida despojada, versátil. São esses conhecimentos que hoje passo adiante para novos consumidores de vinho.

Foram dois anos, visitas a inúmeras vinícolas, cursos de vinhos, degustações, bons restaurantes, paisagens e vinhedos de tirar o fôlego!

Definitivamente uma Austrália pouco conhecida e, sem dúvidas, foi uma experiência ímpar!

Se você quiser provar vinhos incríveis e conhecer uma cidade super gastronômica, fica a dica!

Manu Oltramari é gastrônoma e uma apaixonada pelo mundo dos vinhos. Por conta disso, percorre o mundo em busca das melhores safras e de conhecimento extra para sua carreira.

Fonte: TravelTerapia

Circuito enogastronômico| Vinhos da Argentina

Circuito enogastronômico| Vinhos da Argentina

Ooooooi,

Essa semana fui convidada para fazer parte de um evento muito bacana que acontecerá na Serra Gaúcha no dia 5 de Maio de 2017, o Circuito enogastronômico da loja de vinhos Boccati. O evento é muito bacana, sei porque já participei da primeira edição e adorei!

Nessa edição, o evento será todo temático da Argentina. Serão servidos pratos típicos e muito vinho de todas as regiões desse país. Para quem gosta de uma boa harmonização, esse é o lugar!

Eu fiquei com a mesa exclusiva dos vinhos Pinot Noir! Estou muito contente pois essa é uma das minhas uvas favoritas, e vai ser muito gostoso poder provar muitos rótulos da Argentina e ver o que eles estão produzindo por lá!

Fiz um vídeo com o Jylson, sommelier da Boccati, para contarmos detalhes sobre esse evento, espero que você goste 😉

Confere aí :

Um beijo,

Tchau, tchau!

Pin It on Pinterest

Share This